Perguntas II

Olhem que bom, não sabia bem o que postar e aparece, mais uma vez, a Ana a perguntar-me:

Gostava de ler uma História de Portugal, num formato fixe, e relativamente condensada ao importante... Há sugestões?

Segundo as suas exigências, aconselhei "Inês de Portugal" de João Aguiar (e os seus outros romances históricos devem ser tão bons como esse) e os romances de Luis Rosa, que embora ainda não tenha experimentado me parecem muito bons!
Ah, e História Alegre de Portugal, que também está muito giro! =D

E vocês? Qual é a vossa opinião? Qual é o livro histórico que aconselham?

Mais uma vez, se quiserem fazer alguma pergunta enviem-na para pedro_p.c_@hotmail.com. Ou então, no vosso comentário, perguntem! Participem!

6 comentários:

Canochinha disse...

Eu já li a "História de Portugal" do Prof. José Hermano Saraiva e, apesar de não estar propriamente muito condensada, é um livro cativante e de fácil leitura :)

anaaaatchim! disse...

Lá estou eu a dar ideias de posts ao pessoal!

Mas ainda bem :) Pedro obrigada por postares a pergunta, porque procuro mesmo uma resposta!

canochinha, obrigada pela dica! Graças a ela, pesquisei um pouco, e descobri - também do prof. Hermano Saraiva - "História Concisa de Portugal".

Disse o professor: "Muitas vezes, e em muitas circunstâncias, me pediram que indicasse uma Historia de Portugal abreviada, livro que não demorasse muito tempo a ler, mas desse uma imagem global da evolução histórica do povo português. Livro que não contivesse mais do que o essencial, mas não ficasse pelo nível elementaríssimo dos vários epítomes escolares [...] Foi esse o livro que pretendi escrever."

Penso que é um bom livro para começar (é em formato de bolso, e custa apenas 9 euros!), e quem sabe alargar-me posteriormente à tua sugestão!

Canochinha disse...

De nada! Acho que em termos da história do nosso país, o Prof. José Hermano Saraiva é mesmo a maior referência :)

Cristina disse...

Tal como a Canochinha, também li 'A História de Portugal' do José Hermano Saraiva. Fui lendo aos poucos, consoante o interesse dos acontecimentos relatados, mas confesso que não achei difícil de compreender.

Porém, confesso que prefiro livros históricos romanceados. Gosto de os ler e depois ir fazer a minha própria investigação sobre a pessoa ou acontecimento em causa, seja em outros livros ou em sites. É mais motivante, creio.

Pedro disse...

Canochinha,
tenho cá por casa (dos meus pais) essa obra do prof., embora nunca me tenha chamado a atenção. A ver.

Anaaaatchim,
Ainda bem de todas as maeniras! É um poste que me dás e uma resposta que te dou! E acho que posso considerar que achaste mais ou menos uma resposta... ;) Vê como com uma sugestão pesquisaste mais e aprendeste! Uma boa leitura! =D

Cristina,
Também prefiro livros históricos romanceados. Eu fico muito mais satisfeito (gosto mais de ler algo que misture história, mistério e romance). Claro que não deixo de ler outros, mas são os romanceados que, tal como tu dizes, me fazem querer saber mais sobre a personagem (e será que foi verdade? e será que isto e aquilo?) ;)

Um grande abraço

EDUARDO disse...

Um grande abraço amigo Pedro, o historiador :-)
fica bem!

Paradoxos