Os Pilares da Terra - Volume I, de Ken Follett


Publicado pela primeira vez em 1989, "Os Pilares da Terra" surpreendeu o universo editorial ao tornar-se gradual mas inabalavelmente um clássico da ficção histórica, que continua a maravilhar leitores de todo o mundo décadas depois e que a Presença lança agroa em dois volumes. Na Inglaterra do século XII, Tom, um humilde pedreiro e mestre-de-obras, tem um sonho majestoso – construir uma imponente catedral, dotada de uma beleza sublime, digna de tocar os céus. E é na persecução desse sonho que com ele e a sua família vamos encontrando um colorido mosaico de personagens que se cruzam ao longo de gerações e cujos destinos se entrelaçam de formas misteriosas e surpreendentes, capazes de alterar o curso da história - Ellen, uma mulher enigmática que vive à margem da sociedade e cujo passa do esconde um segredo; Philip, prior da cidade de Kingsbridge e que vai supervisionar a construção da catedral; Aliena e Richard, ricos herdeiros destituídos das suas terras e títulos; William, o cavaleiro sem escrúpulos; e Waleran, o bispo disposto a tudo para obter o que pretende. À medida que assistimos à edificação de uma obra única envolvendo suspense, corrupção, ambição e romance, a atmosfera autêntica do quotidiano da Europa medieval em toda a sua grandeza abrsorve-nos irremediavelmente, ousando desafiar os limites da nossa imaginação. Recriação magistral de um tempo de conspirações, delicados equilíbrios de poder e violência. "Os Pilares da Terra" é decididamente a obra-prima de um autor que já vendeu 90 milhões de livros em todo o mundo.
_____________________________________________________________________________________

Confesso que ia com as expectativas baixas, achava que o livro seria maçudo e demasiado descritivo. Pois olhem, não achei isso e o livro tornou-se um dos meus favoritos! Adorei!!!

Um romance histórico que me fez delirar. Foi óptimo pois fez-me sentir emoções em relação às personagens, sejam elas de ódio ou alegria. Delirei, é mesmo o verbo correcto, pois cada vez que lia apetecia-me ler mais e mais, e cada vez que lia só queria entrar na história e conseguir mudar o seu curso, dar um murro numa personagem ou abraçá-la. Se achei o livro mesmo bom foi mesmo por essa conexão com as personagens da história. E o meu coração batia só para saber o que ia acontecer, se tudo iria acabar ou mal, e bolas agora ainda tenho de ler o segundo volume, que embora seja maior vai ser, de certeza, lido num fôlego!

Além disso, o romance cria uma trama de personagens e segredos que nos fascina. Os acontecimentos desenrolam-se aos nossos olhos e apetece-nos participar neles! A maneira como as diferentes personagens se interligam está, na minha opinião, bem conseguida. A corrupção e ambição por poder, o romance e os desejos, tudo me fez ficar agarrado ao livro até à última página.
Depois, é uma boa reconstituição histórica, e deu-me a conhecer algumas curiosidades. Está empolgante. Mesmo que custe ler as primeiras palavras (o tamanho pode assustar), basta a primeira frase para parar apenas no fim!

Acho que é escusado dizer que não concordei com a divisão do livro na edição da Presença. É verdade que, originalmente, é um livro de quase 1000 páginas, mas dividi-lo foi só mesmo para ganhar dinheiro. Por isso, comprem logo os dois volumes, pois não vão querer parar!

Extraordinário como nos sentimos tão ligados às personagens e à história. Para mim, é brilhante. Até é fácil de ler, não obstante o seu tamanho. E como é empolgante, ainda mais rápido é... Não tem uma descrição muito pormenorizada, e até agora parece acessível. Um dos meus preferidos, basta dizer.

Estou ansioso pelo segundo volume e espero uma continuação fantástica, tão empolgante e delirante como este primeiro livro.

10 comentários:

Canochinha disse...

Já tive oportunidade de ler "Os Pilares da Terra" e o balanço final foi bastante positivo. Confesso que fiquei um bocadinho desiludida com a primeira parte, mas fiz mal em avaliar a história sem a ler na sua totalidade.

Boas leituras!

Pedro disse...

Eu não fiquei desiludido, pelo contrário. Li a tua opinião sobre o livro, e foi por isso que estava preparado para algo maçudo. Mas a verdade é que adorei! E posso adiantar que a segunda parte está a ser ainda mais empolgante!

João disse...

Parece ser um livro interessante, talvez na feira do livro... e estou a ver que de preferência seria o melhor comprar os dois primeiros volumes logo, assim talvez a história não perca o seu entusiasmo! Uma história a manter debaixo de olho!

Pedro disse...

Sim, João, é um liuvro a não perder! Se conseguires comprar logo os dois volumes, não hesites! É tão entusiasmante... Apetece mesmo participar na história e mudar o curso das coisas, eu estou a delirar com o livro! =) Fiquei mesmo apanhado.

anaaaatchim! disse...

Esses foram 2 livros que comprei na altura em que descobri o "Estante" e o "Leituras e Opiniões" :) Estão ali à espera de serem lidos.

Fiquei bastante entusiasmada com a tua opinião! (também tinha lido a opinião menos entusiasta da Canochinha - que depois acabou por ser alterada com o 2º volume).

Clara disse...

Pela tua discrição, o livro deve ser mesmo fantástico. Fica a dica!

Beijinhos

Pedro disse...

Anaaaatchim,
sim, lembro-me de teres dito isso. Pois olha, que não esperem muito! Ainda bem que ficaste entusiasmada. E olha que o segundo volume é ainda mais interessante (só não esperes muita acção no primeiro, obviamente, uma vez que sei que gostas quando um livro começa a abrir. Este tem outros modos de nos cativar, mas lê!)

Clara,
é, é fantástico. Eu assim achei =)

marcia disse...

Ora aqui está uma obra que já há algum tempo tem a minha atenção! Quem sabe a tua opinião não me faz decidir a lê-la finalmente!

djamb disse...

Já terminei e já vou a meio do segundo volume. Estou a adorar esta colecção!
No volume I o que me cativou foi a facilidade de descrição por parte do autor, saltanto de personagem em personagem de forma muito fácil. Gostei imenso de como todas as personagens se cruzaram e como se desenvolveram ao longo do enredo. Agora só me falta saber como termina toda a história :D

Pedro disse...

Djamb,
eu adorei, como podes ler! Delirei, é mesmo o termo correcto!
No segundo volume a descrição é muito mais desenvolvida, acho. As mudanças de personagem estã, como dizes, muito boas e fáceis de atingir. Eu também adorei a forma como toda aquela geração se foi juntando, e no segundo volume dá para perceber muito bem isso! Além do mais, eu apaixonaei-me pelas personagens, fiquei super atraído.
O fim da história... Não é caracterizado pela imprevisibilidade, mas está uma conclusão óptima ;)