O Céu Sob a Terra - Viagem pelo sistema solar, de Ettore Perozzi


Não há dúvida: Ettore Perozzi é um mago, um autêntico Merlin do terceiro milénio que, em vez de um caldeirão com poções a ferver, tem um teclado de um computador portátil e, em vez de segredar fórmulas mágicas incompreensíveis, consegue tornar evidentes as leis essenciais para compreendermos o comportamento das estrelas e dos planetas.
O encantamento que Ettore Perozzi consegue produzir com este livro está todo na simplicidade das suas palavras e na capacidade que tem de tornar acessívesi conceitos que, por tradição, são considerados inacessíveis aos iniciados. Ettore leva-nos pela mão a visitar um Universo que, à medida que se vai aproximando dele, vai ficando cada vez menos misterioso. Os grandes nomes da exploração espacial, como Ícaro ou Armstrong, os grandes cientistas do passado e do presente, como Schiaparelli, Hohmann, Bepi e Colombo, Contam-nos cada qual a sua história, e acabamos por descobrir que ela também pode ser a nossa.
Tenho a certeza de que a maioria dos leitores de "O Céu Sob a Terra" sonham em estar a bordo de uma nave espacial que os leve de planeta a planeta. Ettore Perozzi mostra-lhes como é possível passar do sonho à realidade e, sabendo que já nasceu o homem que pisará Marte pela primeira vez, pergunta-lhes se por acaso não serão eles próprios.
Marcello Fulchignoni
Observatório de Paris - Meudon

Este é o quarto volume da fantástica colecção que inclui aindo os volumes "Nímeros Mágicos e Estrelas Errantes - Os primeiros passos da ciência", "Asas, Maçãs e Telescópios - A revolução científica" e "O Fio Condutor - A antecâmara do átomo".

Ettore Perozzi nasceu em Nápoles em 1957. Licenciou-se em Física em 1981 na Università degli Studi di Roma "La Sapienza" e tem-se dedicado ao estudo da dinâmica do sistema solar, da mecânica celeste e das missões espaciais, empenhando-se igualmente em trabalhos de divulgação científica. Trabalhou na CNR, na Agência Espacial Europeia, no Observatório Astronómico de Paris e colabora na Telespazio, em Roma. O asteróide n.º 10 027 tem o seu nome.

Giorgio Parisi é professor catedrático de Teorias Quânticas na Università degliu Studi di Roma "La Sapienza". É sócio da Accademia dei Lincei e da Academia Francesa. Foi agraciado com a medalha Boltzmann (1992) e com a medalha Dirac (1999), em reconhecimeno pelos seus importantes estudos de física teórica.

Fabio Magnasciutti nasceu em Roma em 1966 e nos anos 80 iniciou a sua carreira de ilustrador. É colaborador de vários jornais, revistas e editoras.
_____________________________________________________________________________________

Bem, agora que tenho a vidinha mais organizada, e já que resolvi os problemas coma Internet (uma vergonha, é o país em que vivemos!), posso finalmente alongar este poste e dar a minha opinião!
Primeiro, a primeira leitura não foi grande experiência... Sim, que eu comecei a ler mas, nas primeiras páginas, reparei que estavam em branco! Página sim, página não, fiquei super desiludido! No entanto, no próprio dia fui à livraria onde o livro fora adquirido e substituiram-no, uma vez que era o único com esse problema de impressão. Embora tenha ficado triste, a livraria foi super simpática (até porque já sou cliente conhecido). =)
Finalemente, pude-me dedicar à leitura deste livro... espectacular, astronómico! Mal li as primeiras páginas, só me apeteceu pegar num telescópio e olhar para o céu! =D Mas, para não aligeirar muito a carteira, contentei-me com o meu olho nu. E, mesmo assim, é fantástico o que conseguimos ver e o que o livro nos ensina! É uma alegria olhar para o céu e reconhecer as constelações, os planetas, olhar para o Universo! É uma sensação extraordinária, sentir a dimensão do mundo...
Perozzi é mesmo um génio! Este é, de longe, o melhor livro da colecção (ou o que mais me atraiu...!)! Queremos sempre saber mais, pesquisar mais! Além disso, o autor explica muito bem as coisas, acessível a todos. É divertido e aprende-se bastante!
Adorei, hoje não passo uma noite sem olhar para o céu (mesmo quando está nublado, verifico sempre). Engraçado, interessante, faz-nos mesmo querer viajar pelo sistema solar!
Aconselho, só mesmo o que posso dizer! Sinceramente, independentemente da minha opinião sobre os outros livros, tenho a noção de que, mais cedo ou mais tarde, voltarei a pegar neles para aprender, pois são estes livros que substituem as enciclopédias...

5 comentários:

Cristina disse...

Ainda não li os livros que tens lido, mas temos uma coisa em comum: temos andado os dois a olhar para o céu.

beta disse...

É tão bom aprender, não é Pedro :) ?

Beijinho
beta

João disse...

Bem já somos três; depois do meu treino, quase todas as noites, é-me impossível não parar por 20segundos e apreciar o manto azul escuro salpicado de estrelas!

Parece, que a colecção vai por bons caminhos, estou cheio de inveja por ainda não ter tido a oportunidade de ler!

Grande Abraço

Pedro disse...

Cristina,
este livro fez-me olhar para o céu como ninguém, mesmo quando nas aulas a professora falava sobre o Universo... Olho para o céu e olho para o mundo, é impressionante quando nos apercebemo-nos da dimensão à nossa volta.
Cada vez que estiver à janela, poderei pensar: "A Cristina também está a olhar, assim como tantos outros. Não sou o único".

Beta,
é óptimo aprender! Então quando fica na nossa cabeça, como uma boa memória, é muito bom saber que sabemos!

João,
tal como disse para a Cristina, olhar para o céu é viajar pelo Universo, sem sair do lugar. Sentimo-nos relaxados e agitados, simplesmente delicioso quando sabemos o que vemos! Só de conhecer cada constelação, de olhar para os planetas! Por isso mesmo aconselho este livro! =)
Embora este não seja o meu estilo de livro, a conclusão é que, no fim de tudo, aprendi. Tenho a noção que voltarei a pegar nos livros. Lê a colecção para conheceres, mesmo que não supere as tuas expectativas... =S

Um grande abraço a todos

Anónimo disse...

Solar eneragy is the future for the world.
[url=http://www.solarcourses.org/]solar generators[/url]