O Talismã, de Walter Scott

Walter Scott, exímio escritor inglês que se esmerou em tornar "vivos" determinados acontecimentos históricos, oferece-nos em O Talismã um subido romance de cavalaria e uma descrição ímpar das Cruzadas.
Ausentando-se do Reino, Ricardo Coração de Leão parte para combater os Mouros, alimentando o firme propósito de conquistar Jerusalém, objectivo máximo das Cruzadas. Conhece e defronta o grande sultão mouro Saladino, que ombreia com ele em honra e valentia...
Sucede, então, que o respeito e a admiração mútua dão origem a um singular relacionamento, o qual pode ser assim expresso: se Ricardo deseja Jerusalém, Saladino de Jerusalém também não desiste, pelo que, na impossibilidade de uma batalha (por circunstâncias que compete ao leitor descobrir), optam os dois contendores por respeitar a Cidade Santa, a qual, por razões religiosas, tanto significado tinha para um como para o outro.
A mestria com que nos são apresentadas as mais diversas personagens, quer do campo Cristão, quer do campo Mouro, bem como os grandes movimentos de massas, e ainda as lutas de bastidores travadas nos dois redutos, fazem de
O Talismã um exaltante entretenimento literário e também um título de alta pedagogia. Sem dúvida, uma das obras-primas de Walter Scott.
_____________________________________________________________________________________

Nem a sinopse faz jus ao quão bom este livro é.
E, se as restantes obras de Sir Walter Scott forem como esta, então estou perante um dos meus autores preferidos.

Em primeiro lugar, este é o livro que todos diziam que não existia! Ninguém, nem na FNAC, nem Bertrand, nem outras livrarias, todos diziam que este livro não existia! Pois bem, cheguei à Feira do Livro, perguntei na respectiva editora e já o li, ora toma!!!

Portanto, é com muita honra que li este romance e fiquei fascinado pela maneira como o autor descreve as situações, e como a narrativa se desenrola ao ritmo que conhecemos da Idade Média e das Cruzadas, dos cavaleiros e das damas, dos sultões e cimitarras.
Como gosto imenso de História, só posso dizer que esta obra foi uma autêntica delícia. É, realmente, um livro a ser apreciado.

Prima pela descrição ímpar desta época histórica e pela criação das personagens, e embora o final não seja totalmente imprevisível acabei o livro cativado e um pouco surpreso por algumas situações.
De certeza que lerei outras obras de Walter Scott, e tenho quase a certeza que este já é um dos meus autores preferidos!

8 comentários:

Beαtяiz disse...

É uma música bonita sim senhor! :)

Cristina disse...

Estás com um ritmo de leitura alucinante. Também adoro história e este livro parece mesmo ser à minha medida.

Faz-me confusão a falta de conhecimento que alguns funcionários das lojas de livros têm. Dá vontade de lhes dizer que até nós, sentados no computador, conseguimos mais do que eles. Vê o caso da Bertrand, ninguém sabe quando sairão os livros de bolso ou se sairão.

Pedro disse...

Cristina, irritei-me profundamente por toda a gente dizer que não existia! E afinal até já o li! Felizmente, a Internet confirmou a existência e a editora. Acho que os motores de pesquisa de Fnac e do género são fracotes... O webboom é o melhor quanto a isso (e mesmo assim...).
Sim, como livreiros deviam estar informados quanto a esses coisas! É uma falta de responsabilidade e interesse!

Sofia disse...

Não conhecia de todo este livro mas fiquei impressionada com a tua opinião e intrigada quanto à sua leitura. Será um livro a considerar com certeza :)

Também me acontece algumas vezes coisas deste género. Realmente não se percebe a falta de conhecimento e interesse de livrarias e mesmo de editoras. Repetem-se as histórias de livros desconhecidos (supostamente), livros por publicar (não se sabe quando) enfim...
Confesso que me sabe bem ler um bom livro após uma renhida luta para o encontrar mas não deixam de ser tristes este tipo de situações.

Iceman disse...

Viva Pedro.

Achei piada quando referes ser este um livro que os livreiros onde foste diziam não existir e depois achaste-os na editora.

A mim já me aconteceu pior. Contactei a editora (Bertrand) acerca de uma obra que estava no site como "indisponível". De facto responderam-me passados uns dias a informarem-me que tal obra tinha tido uma última edição cerca de 5 anos antes, pelo que não a tinham em armazém e até aconselhavam a contactar alfarrabistas de Lisboa.

Na Feira do Livro daquele ano, e isso foi há 2 anos atrás, fiquei surpreso quando vejo o livro exposto e mais, tinham uma série deles para venda. Fiz a conversa com a senhora da "barraca" que não soube explicar do porquê daquela informação por mail, pois de facto a edição seria de 2001, mas nunca havia esgotado.

Em casa enviei novo mail a referir o caso e desta vez não me responderam.

Enfim.

Acerca deste livro não conhecia, fica registado até porque gosto bastante de Scott.

Cump.

JPD disse...

Vou tomar nota dele, Pedro.
Um abraço.

Borboleta disse...

Bem, as tuas sugestões são sempre óptimas! Aliás, acabei de adquirir os dois volumes d'Os Pilares da Terra. Já tinha ouvido falar bem deles na televisão, mas a tua crítica veio confirmar tudo. E confio na tua opinião. Continua assim* :)

Pedro disse...

Sofia,
é um excelente livro sobre a época, eu fiquei fascinado.
Ler um livro que custou tanto a encontrar e gostar dele é, como dizes, uma satisfação... Valeu a pena a espera e a procura!

Iceman,
ainda por cima a Bertrand, vê lá! Acho que grande culpa é dos motores de pesquisa, que são muito fracos. Salvo, como já disse, o Webboom, que bem procurado tem lá os livros...
Quem me aconselhou esta obra foi aquela "avozinha" que só lê livros da época... Por isso este livro foi tão difícil de encontrar! E acredita que muitos outros são assim, porque estão esquecidos e há muito que novas edições não saem! Quando isto acontece, encomendo.
Enfim, de que serve mandar um mail quando nem se dignam a justificar... Também encontrei este na Feira do Livro, onde aproveito sempre para procurar os mais raros!
Se os restantes livros de Walter Scott assim forem, tornar-se-á um dos meus autores preferidos ;)

JPD,
é de anotar ;)

Borboleta,
eu delirei com "os Pilares da Terra", espero que venhas a gostar tanto quanto eu... Vale muito, muito a pena! Fizeste uma boa compra ;)
Obrigado pela confiança... =)